OUVIDO, NARIZ, GARGANTA

Se identificou? Pois bem, o médico otorrinolaringologista cuida disso e muito mais

Se identificou?Pois bem, o médico otorrinolaringologista cuida disso e muito mais

Em seu consultório no Rio de Janeiro ou por Telemedicina (online), o Dr. Leonardo Sá atende crianças, adolescentes, adultos e idosos com as mais diversas queixas e casos de cirurgia endoscópica nasal.

Ouvido

Dores de ouvido, perda de audição, zumbido, labirintite e avaliação da audição em bebês.

Garganta

Saúde vocal, problemas da laringe e faringe, além de ronco, apneia e sono alterado.

Nariz

Obstrução nasal, rinites, sinusite, coriza constante, alergias e sangramento nasal.

FALE COM O DOUTOR

Sempre pronto para te ouvir e atender

Agendar consulta
EXPERTISE

Afinal, como o médico otorrinolaringologista pode te ajudar?

Afinal, como o médico otorrinolaringologista pode te ajudar?

Otorrinolaringologista.
Esse nome um tanto quanto estranho (e grande) é dado ao especialista da medicina que tem amplo conhecimento nas áreas que envolvem o nariz, seios da face, laringe, faringe e ouvidos, além da cabeça e do pescoço como um todo. Popularmente conhecido como “otorrino”, seu trabalho vai muito além do que se imagina, tornando este profissional capacitado para avaliar, diagnosticar e tratar problemas de audição, respiração, voz e deglutição.
Veja alguns sintomas a seguir e, caso observe algum deles, procure o especialista.


  • Gripe constante
  • Sinusite ou rinite crônica
  • Refluxo com pigarro
  • Tonturas ou casos de labirintite
  • Perda auditiva súbita ou progressiva
  • Atraso na fala e dicção de crianças
  • Alterações na voz
  • Dificuldade para respirar
  • Roncos, apneias e qualquer incômodo do sono
Agendar consulta
O DOUTOR

Cuidar do seubem-estar:a inspiração doDr. Leonardo Sá

CRM 686395 RJ e RQE 9080

Cuidar do seu bem-estar: a inspiração do Dr. Leonardo

CRM 686395 RJ e RQE 9080

Apaixonado por gente e pela medicina,
desde muito jovem o Dr. Leonardo Conrado Barbosa de Sá
se interessava em ser médico.

De crianças a idosos, sempre preza pelo acolhimento humanizado e próximo, especialmente junto ao público infantil, que precisa se sentir à vontade para a realização de exames clínicos no ouvido, nariz ou garganta. Desde 2009, é membro da associação Interamericana de Otorrinolaringologia Pediátrica IAPO (Interamerican Association Pediatric Otorhinolaryngology) e membro fundador da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica.

Também é professor e coordenador dos cursos Teórico Prático de Cirurgia Endoscópica Nasossinusal, Workshop em Otoscopia Videoassistida e Atualização em Tratamento das Doenças do Ouvido, vinculados ao IDOR (Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino), mantendo-se em sintonia com as novas tecnologias de exames e cirurgias endoscópicas do nariz e da face e otorrinolaringologia pediátrica, suas principais subespecialidades.

De crianças a idosos, sempre preza pelo acolhimento humanizado e próximo, especialmente junto ao público infantil, que precisa se sentir à vontade para a realização de exames clínicos no ouvido, nariz ou garganta. Desde 2009, é membro da associação Interamericana de Otorrinolaringologia Pediátrica IAPO (Interamerican Association Pediatric Otorhinolaryngology) e membro fundador da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica.

Também é professor e coordenador dos cursos Teórico Prático de Cirurgia Endoscópica Nasossinusal, Workshop em Otoscopia Videoassistida e Atualização em Tratamento das Doenças do Ouvido, vinculados ao IDOR (Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino), mantendo-se em sintonia com as novas tecnologias de exames e cirurgias endoscópicas do nariz e da face e otorrinolaringologia pediátrica, suas principais subespecialidades.

FORMAÇÃO ACADÊMICA
  • Mestrado em Cirurgia (Otorrinolaringologia) pela UFRJ
  • Especialização em Cirurgia Endoscópica Nasossinusal pela Universität Graz, na Áustria
  • Residência em Otorrinolaringologia no Hospital Universitário Pedro Ernesto, na UERJ
  • Graduação em Medicina pela UFRJ
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
  • Coord. do Setor de Otorrinolaringologia do Hospital Glória D´Or, Rede D'Or São Luiz
  • Coord. do Setor de Otorrinolaringologia Pediátrica no Hospital Pediátrico Pró Criança, Rede D'Or São Luiz
  • Professor Associado do Serviço de Otorrinolaringologia na UERJ entre 2003 e 2020
  • Coord. e Professor do curso Teórico Prático de Cirurgia Endoscópica Nasossinusal, vinculado ao Setor de Otorrinolaringologia do Hospital Glória D'Or
  • Coord. do Setor de Rinossinusologia da Otorrinolaringologia na UERJ entre 2008 a 2020
  • Coord. do Workshop Teórico Prático em Otoscopia Videoassistida e Atualização em Doenças do Ouvido, vinculado ao IDOR
DESTAQUES

Inovação e confiança

Atento a cada detalhe, o Dr. Leonardo Sá não abre mão da segurança e do conforto para seus pacientes.

Consultasonline

As consultas pela internet são oferecidas como opção de atendimento clínico realizado à distância (Telemedicina), como medida de segurança ao contágio do Covid-19. Assim os pacientes não precisam sair de suas casas, especialmente os mais idosos ou do grupo de risco.

Videoendoscopianasal

Realização de exames clínicos (videoendoscopia nasal, video-otoscopia, videolaringoscopia e nasofibrolaringoscopia ou videoendoscopia do nariz, ouvido, garganta e laringe) com microcâmeras que exibem as imagens em telas distribuídas pelo consultório, permitindo também a gravação dessas imagens e a criação de vídeos, para uma explicação didática ao paciente e um tratamento preciso.

Equipecirúrgica

Além da enfermeira sempre presente no consultório, no centro cirúrgico o doutor conta com sua própria equipe de médicos anestesistas, instrumentadores e enfermeiros, o que traz mais tranquilidade ao paciente e sua família.

VOCÊ SABIA?

60% dos casos de perda auditiva de jovens com até 15 anos podem ser prevenidos, é o que revela a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Agendar consulta
INDICAÇÕES

As queixas mais comuns no consultório

Todos os dias, pacientes de todas as idades procuram o consultório para receber tratamento de suas dores e incômodos. Separamos as mais frequentes em quatro grandes grupos para você entender melhor: ouvido, nariz, garganta e crianças.

Ouvido


Dor de ouvido (otites)

Inflamação/infecção bastante comum que afeta os ouvidos externo e médio. No primeiro, sendo provocado principalmente pela entrada de água e manipulação, e no segundo, por resfriados, gripes e outras causas de obstrução do nariz.

Otorreia

Pode ser consequência de infecções agudas ou crônicas nos ouvidos médio e externo, muitas vezes acompanhadas ou ocasionadas pela perfuração do tímpano.

Perda de audição

Pode ocorrer ao longo de meses e anos (progressiva) ou em poucos dias (súbita), afetando um ou os dois ouvidos ao mesmo tempo. O paciente pode ter ainda, como sinais, a presença de zumbido, sensação de pressão ou estalidos no ouvido. Crianças também podem nascer com a capacidade auditiva alterada.

Tontura e vertigem (labirintite e outras labirintopatias)

O termo labirintopatia (doença do labirinto, componente do ouvido) implica em distúrbios ligados ao equilíbrio e audição. Normalmente envolve sintomas como tontura, vertigem, zumbido, desequilíbrio, outras formas de mal-estar e até surdez.

Zumbido

O zumbido afeta uma em cada cinco pessoas ao longo da vida e pode ser causado pela perda de audição, alterações circulatórias, metabólicas, hormonais, traumas, infecções, etc. Cerca de 90% das pessoas com zumbido apresentam perda auditiva, mesmo que não a percebam claramente.

Ouça sempre os sinais do seu corpo.Em caso de dúvida, procure um médico.

Marque seu horário

Para “respirar aliviado” e confirmar se está tudo bem, fale com um médico otorrinolaringologista.

Marque seu horário

Nariz


Sinusite

Caracterizada por um processo inflamatório e/ou infeccioso dos seios da face, começa com sintomas semelhantes ao resfriado, como coriza nasal, muco de cor amarelada ou esverdeada e tosse persistente, podendo causar também outros incômodos: dor de cabeça, pressão nas bochechas e nos dentes superiores.

Rinite alérgica

É causada quando alérgenos como poeira, ácaros e fungos entram em contato com o nariz e este desencadeia um mecanismo de inflamação, que gera coriza, obstrução nasal, espirros constantes e coceira, tanto no nariz, como na garganta e nos olhos.

Obstrução nasal

A obstrução nasal cria uma situação incômoda ao paciente. Pode ser causada por vírus decorrentes de resfriados e gripes, sinusite, rinites, aumento dos cornetos nasais, pólipo nasal e crescimento de carne esponjosa (adenoide), principalmente na infância – e até mesmo desvio de septo em adultos e crianças.

Sangramento nasal

Pode ter motivos diversos, como baixa umidade do ar, que resseca os vasos do nariz, levando ao rompimento destes, hipertensão arterial e até tumores. Assim, identificar precocemente o agente causador do sangramento é essencial para o tratamento assertivo e eficaz.

Garganta


Laringe

Rouquidão, pigarro, tosse ou dor de garganta são sintomas que podem ser causados por refluxo gástrico, laringites de diversas causas, mau uso da voz e suas consequências como os nódulos ou calos nas cordas vocais e, ainda, por pólipos e até tumores. Portanto, se há alterações na voz, presença de pigarro ou tosse, procure um médico otorrinolaringologista.

Faringe

A dor de garganta pode ser sinal de inflamação ou infecção, acometendo a faringe. A maioria das infecções é causada por vírus, que podem levar à formação de placas brancas semelhantes às que aparecem na infecções bacterianas. Cabe ao médico diferenciar a causa da dor de garganta para propor o tratamento mais adequado e evitar o uso exagerado de antibióticos.

Ronco e apneia

O distúrbio do sono, representado em sua maioria pelo ronco e a apneia, é uma alteração frequentemente encontrada em adultos, acarretando muitas vezes sonolência diurna excessiva, o que atrapalha a rotina do dia a dia, devido ao cansaço. Ter uma ótima qualidade de sono é essencial para o bom funcionamento do organismo. Tratar esse problema também pode curar ou amenizar outros males, como hipertensão arterial, diabetes e alterações do colesterol.

Dê voz ao seu corpo. Se nota algo estranho na garganta, converse com um especialista.

Marque seu horário

Fique atento aos sintomas do seu filho. Alguns problemas precisam ser tratados na infância.

Marque seu horário

Crianças


Avaliação de audição

É muito importante para detectar precocemente alguns problemas de audição que causam atraso na fala e no desenvolvimento da criança. Dentre os exames, estão os testes objetivos e subjetivos para cada idade e grau de deficiência. Assim, é possível diagnóstico e tratamento mais adequados.

Investigação de autismo

O otorrinolaringologista é uma das primeiras especialidades médicas a ser consultada quando há indícios do Transtorno do Espectro Autista. Isso porque há grande incidência de distúrbios do sono e hipersensibilidade a volume alto do som, além de atraso na comunicação oral, que também precisa ser avaliada.

Inflamação do ouvido e garganta

A otite média, aguda e dores de garganta são corriqueiras na infância devido à imunidade ainda em desenvolvimento e ao início da atividade escolar, que traz consigo as infecções virais de repetição, por exemplo. Muitas vezes, esse quadro está associado ao aumento da adenoide e das amígdalas, causando obstrução nasal permanente, roncos e apneia.

Respiração oral

A respiração pela boca deve ser levada a sério pelos pais, já que causa diversas consequências: deformação na arcada dentária e mau desenvolvimento do crânio e da face, alteração postural que atrapalha a passagem de ar, modificando a fala e a deglutição. Em boa parte dos casos, há associação com apneia do sono, alterando o ato de dormir, o crescimento e o desenvolvimento da criança.

Recuperação do olfato

Tratamento de recuperação do olfato após a infecção por Covid-19


Um dos principais sintomas da infecção pelo coronavírus é a perda total ou parcial do olfato, assim como a dificuldade de distinguir cheiros.
A maioria dos pacientes recupera o olfato cerca de 15 dias após o contágio. Outros demoram um pouco mais e uma pequena parte acaba não recuperando.
A boa notícia é que existe um tratamento para acelerar a recuperação do olfato e, consequentemente, do paladar. Se após 15 dias o paciente infectado por Covid-19 continuar com a perda desse sentido, o otorrinolaringologista deve ser consultado.

O paciente passa por uma minuciosa anamnese, com uma análise de todo o histórico de sintomas que sofreu. Em seguida, são realizados o teste de olfato padrão internacional e exames das terminações do nervo olfatório com uma microcâmera. Em alguns casos são necessários exames complementares (sangue, tomografia e ressonância). Com os resultados em mãos, é feita a prescrição de medicamentos e de um kit de treinamento do olfato. O paciente recebe acompanhamento durante todo o tratamento.

Agendar tratamento

Junto com outros médicos e pesquisadores, estamos realizando uma pesquisa sobre alterações de olfato e paladar em pacientes qie já foram diagnosticados com Covid-19. Se você já teve a doença, ajude-nos preenchendo um breve questionário.

Quero participar
BLOG

Para você sabere se informar sempre mais

Textos, artigos, matérias e um conteúdo feito para você.

Acessar o blog
FALE COM O DOUTOR

Sempre pronto para te ouvir e atender

Aqui no site apresentamos apenas as queixas e sintomas mais comuns. Se você se identificou algum deles ou nota algo assim em seu filho, é possível agendar uma consulta aqui no Rio ou mesmo à distância, por Telemedicina.

R. Visconde de Pirajá, 550 - sl 506
Ipanema - Rio de Janeiro – RJ

(21) 98239-5209
(21) 3594-3255 ou 2540-8182

Atendimento

De segunda a sexta
Das 8h às 19h

CONTEÚDO

Siga no Instagram

Fique por dentro de assuntos relacionados à otorrinolaringologia,
além de dicas de cuidados, vídeos e entrevistas.